Poemas e poesias

 

25
Set 08

Chegaremos ao fim

 

Entre flores e espinhos
objetos daninhos
entre a faca e a alpercata
que dilema escabroso

na parede do moinho
a lagarta enfeitada
o riacho serve 'a mata
dia e noite não reclama

o roteiro dá a dica
e o artista se esmera
mãe e filho a mesma tripa
que um dia se rompeu

tantos galhos do alfaiate
sua mulher surpreende
mesa boa é aquela
que no fim do dia nos espera

a língua é a da massa
e o linguarudo trapaça
é pelo caminho do meio
que chegaremos ao fim

 

Poema/Poesia de Abílio Terra Júnior
 

publicado por Odracir às 12:00
tags: ,


MusicPlaylistRingtones

Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10

15
16
17
18
19
20

21
22
23
26
27

28
29
30


arquivos
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.