Poemas e poesias

 

09
Fev 10

Mãe

Quando crescemos já não precisamos

Pensamos que somos independentes

Que rompemos definitivamente o cordão umbilical

Puro engano. E para além disso

Quem não gosto de um miminho

De estar doente e receber uma atenção

De comer a velha comida saborosa na cama

De sentir novamente a roupa da cama a aconchegar-nos pela mesma mão

Mãe há só uma. É bem verdade

E como é habitual

Só damos a falta das coisas quando as perdemos

Felizmente hoje caí na realidade

Adoro a minha mãe

publicado por Odracir às 11:06


MusicPlaylistRingtones

Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
17
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28


arquivos
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.